LDC

No campo

LDC e parceiros usam blockchain para obter rastreabilidade total

02.21.2019

A Louis Dreyfus Company e seus parceiros Albert Heijn, a rede de supermercados holandesa, e Refresco, engarrafador de refrigerantes e sucos, tornaram a cadeia de fornecimento da marca própria de suco de laranja da Albert Heijn totalmente transparente, utilizando a tecnologia blockchain. A parceria demonstra ainda o imenso potencial da tecnologia para impulsionar eficiências e rastreabilidade.

Conversamos com Murilo Parada, Head da Plataforma de Sucos da LDC, sobre os desafios e oportunidades decorrentes desse novo desenvolvimento.

blog-juiceblock-pg02.jpg

O que essa parceria significa para o consumidor final que compra suco de laranja no supermercado?

Esse desenvolvimento é transformacional. Graças à tecnologia, o consumidor pode verificar se o produto que ele compra atende às suas expectativas em termos de qualidade e sustentabilidade.

Por meio de um código QR na embalagem, o consumidor pode acompanhar toda a jornada de seu suco de laranja até a chegada ao seu carrinho de compras – de fazendas gerenciadas pela LDC no Brasil até a prateleira do supermercado – e ter certeza de que ele foi adquirido e produzido de acordo com os mais altos padrões éticos. Nossa produção de suco é efetivamente certificada pela Rainforest Alliance, e nos esforçamos continuamente para aplicar as melhores práticas em toda a cadeia de fornecimento.

Este é um excelente exemplo de como a tecnologia, a excelência operacional e o compromisso com a sustentabilidade se unem para criar uma cadeia de valor transparente e sustentável que beneficia produtores, consumidores e o meio ambiente. Também confirma a importância de parcerias e colaboração entre os participantes da cadeia de suprimento para realizar isso.

Qual o significado desse movimento para as credenciais de sustentabilidade e rastreabilidade da LDC?

Este projeto é mais um passo positivo rumo a tornar nossas operações totalmente sustentáveis, por meio da rastreabilidade do produto, algo que permite ao consumidor confiar não apenas na qualidade do suco, mas na maneira responsável como ele é produzido.

Isso está totalmente alinhado com o modelo de sustentabilidade da LDC em todos os seus negócios, no qual a colaboração com parceiros é um pilar central no interesse de nossos colaboradores, das comunidades em que operamos e do meio ambiente.

Isso parece muito fácil. Você vai ao supermercado, escaneia o código QR da garrafa de suco e fica sabendo tudo sobre sua jornada. Mas quais são os desafios de usar o blockchain para rastrear essa complexa jornada?

Há muitos desafios – muitos deles técnicos, incluindo o uso de sistemas adequados e controle preciso dos fluxos de informação, desde o momento em que a fruta é colhida, transportada e processada até o processo de controle de qualidade e engarrafamento, e, finalmente, sua chegada ao supermercado. E a tecnologia blockchain em si representa um desafio, especialmente nesse momento inicial em que ainda podemos esperar muito mais evolução.

É por isso que a colaboração entre os atores da cadeia de fornecimento – e com especialistas técnicos – é essencial para o sucesso, assim como foi para nossa operação-piloto de blockchain agrícola no início deste ano.

Você gostaria que esse nível de rastreabilidade se tornasse padrão para o suco de laranja da LDC no futuro?

Sim, muito! Estou convencido de que essa tecnologia oferece enormes oportunidades como facilitadora da transformação digital, da rastreabilidade de produtos e da satisfação do consumidor. Esta iniciativa é um ótimo exemplo disso.

Agora que sabemos que isso é possível, é importante continuarmos a tirar proveito da tecnologia para impulsionar a rastreabilidade como um padrão – na LDC, e por que não um dia na indústria de suco como um todo!

Faça o download do release (em inglês) (425KB)

© 2019 Louis Dreyfus Company