LDC

No campo

Todos ganham: o comércio ajuda a atender aos ODS

12.23.2019

O século XXI trouxe maior visibilidade para o nosso negócio e, com ela, um olhar mais atento, colocando a maneira como trabalhamos sob os holofotes.

Esse exame minucioso é bem-vindo. Isso nos encoraja a tomar decisões ainda mais ponderadas sobre o que fazemos e como fazemos, pois cumprimos nosso propósito de criação de valor justo e sustentável. Para que nossos negócios prosperem a longo prazo, precisamos que as nossas pessoas, parceiros, investidores, clientes, consumidores e sociedade em geral nos entendam, aceitem e confiem em nós. E a confiança começa com um diálogo aberto e transparente e ações que combinem com o nosso discurso.

O consumidor pode não ter ouvido falar de nós, e, em um dado momento, compramos, transportamos, transformamos, armazenamos e vendemos milhões de toneladas de produtos agrícolas. Como líderes em um setor que ajuda a sustentar as sete bilhões de pessoas do planeta, ajudamos a obter uma ampla variedade de produtos de onde são cultivados para onde são necessários e consumidos.

A vantagem de um foco maior em comercializadores como a LDC é que nosso papel de apoiar as necessidades de uma população mundial crescente de maneira sustentável é cada vez mais compreendido. E com esse entendimento vem a percepção de que os nossos negócios desempenham um papel fundamental na busca de soluções para alguns dos desafios mais prementes do mundo, incluindo pobreza, desigualdade e os efeitos das mudanças climáticas. Como tal, estamos desempenhando um papel fundamental no avanço dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

À medida que cumprimos a nossa missão de levar o produto certo ao local certo, no tempo certo, criamos empregos e geramos renda ao longo do caminho. Nosso setor emprega milhões de pessoas em todo o mundo e conecta milhares de agricultores com mercados, inclusive fornecendo soluções confiáveis de armazenamento e transporte.

E não se trata apenas de agricultura em escala industrial. Trabalhamos com milhares de pequenos agricultores - muitos deles mulheres - que podem estar cultivando/que chegam a cultivar apenas meio hectare de terra. Cultivando 70% da comida mundial, pequenos agricultores são a força vital do sistema alimentar do mundo. O bem-estar deles é o nosso bem-estar. Portanto, empoderá-los é a chave para o desenvolvimento sustentável em muitas das nossas linhas de produtos.

Não podemos resolver todos os problemas do mundo, mas, graças à nossa rede operacional global e posição de liderança no setor, estamos bem posicionados para ajudar a promover os ODSs globais da ONU, especialmente aqueles relacionados à pobreza (Objetivo 1), fome (Objetivo 2), saúde de qualidade (Objetivo 3).

E queremos ir mais longe. Como uma companhia responsável, a LDC entende que os interesses econômicos de longo prazo - os nossos e os da sociedade em geral - são melhor atendidos por meio da criação de valor justo e sustentável, agindo com responsabilidade, protegendo o meio ambiente e garantindo benefícios para todos os participantes da cadeia de valor.

É por isso que também trabalhamos para abordar os ODS relacionados à educação de qualidade (Objetivo 4), trabalho digno e crescimento econômico (Objetivo 8), produção e consumo sustentáveis (Objetivo 12), ação climática (Objetivo 13) e vida marinha e terrestre (Objetivos 14 e 15).

E, como destaca o ODS nº 17, as parcerias são a chave do sucesso em todas essas áreas. Governo, empresas, sociedade e cada um de nós como indivíduos, todos temos participação nesse esforço global, pois todos também temos um impacto.

Embora estejamos lidando com questões complexas que nenhum ator individual pode resolver por conta própria, como principais atores em muitas cadeias de fornecimento importantes e globais, nós, comercializadores, temos uma oportunidade crucial de influenciar aqueles ao nosso redor e fazer uma diferença real. E já estamos aproveitando a oportunidade em uma escala global na LDC, especialmente por meio de parcerias com entidades como o World Business Council for Sustainable Development’s Soft Commodities Forum, organizações especializadas, como a Better Cotton Initiative e a Rainforest Alliance, e muitas outras empresas globais e parceiros locais, enquanto trabalhamos para mudar práticas - muitas vezes com séculos de idade, para um futuro mais sustentável.

Em muitas questões, o tempo não está do nosso lado. As mudanças climáticas já estão impactando a agricultura, mudando como e onde as culturas crescem, e forçando os agricultores a se afastarem da agricultura tradicional. E como é do interesse de todos proteger os agricultores que estão no coração da cadeia alimentar mundial, nossos agrônomos trabalham com pequenos produtores de todo o mundo para introduzir novas técnicas, ajudá-los a se adaptar às mudanças climáticas, permanecer no negócio e alimentar suas famílias e, finalmente, manter o fornecimento.

Nosso mundo em mudança apresenta muitas complexidades e desafios, entre os quais alimentar a população mundial crescente, apesar da diminuição da terra arável e da mudança nos padrões de consumo, não é, de forma alguma, o mínimo. Por exemplo, à medida que a classe média cada vez mais rica da Ásia emerge, ela demanda mais proteína. Tradicionalmente, essa proteína vem da carne, mas a escala na qual o gado e a alimentação são necessários, seu impacto no meio ambiente é cada vez mais insustentável. Como resultado, devemos encontrar outras maneiras de fornecer proteína. A soja é uma excelente fonte de proteína e o setor está crescendo rapidamente, mas seu impacto ambiental também deve ser cuidadosamente avaliado e controlado.

A nova tecnologia oferece oportunidades novas e emocionantes. Os consumidores querem garantias de que os produtos que compram e consomem não envolvem desmatamento ou trabalho infantil, nem colocam em risco a vida selvagem. Hoje, a tecnologia facilita a rastreabilidade de maneiras sem precedentes. Por exemplo, a LDC usa identificadores de DNA para rastrear algodão e blockchain para tornar sua cadeia de fornecimento de suco transparente.

A tecnologia também é cada vez mais parte de novas soluções para proteínas alternativas. A biotecnologia e a bioengenharia estão desenvolvendo novas proteínas e ingredientes à base de vegetais, como potenciais contribuições para alimentar uma população mundial crescente de maneira sustentável.

Resolver problemas complexos pode ser um processo interativo. Abordamos uma parte da questão, mas outra surge. É por isso que o diálogo é tão essencial - ele fornece feedback essencial para entender quando estamos no caminho certo e quando não estamos. Ao envolver o maior número possível de partes interessadas na conversa, maximizamos nosso impacto potencial construindo consenso e encontrando soluções compartilhadas para desafios comuns.

Como diz o provérbio africano: “Se quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá junto.”

Ian McIntosh
CEO LDC

© 2020 Louis Dreyfus Company