Treinamento, inclusão financeira e empoderamento para melhorar os meios de subsistência

December 1, 2010

Mais conhecida por suas tradições místicas, desertos dramáticos, selvas e montanhas iridescentes que se elevam acima de 5.000 metros, a província de Jujuy também é uma das mais pobres da Argentina.

Todos os anos, os agricultores locais preparam pratos festivos e os enterram nos campos como oferendas a Pachamama, a Deusa Mãe da Terra Andina, esperando que ela os recompense com melhores colheitas e solos férteis.

No entanto, muitos povos indígenas que vivem na região têm dificuldades para alimentar suas famílias, e as mudanças climáticas, secas frequentes e pobreza extrema estão forçando muitos a emigrar.

E, de fato, apesar dos progressos impressionantes na luta global contra a pobreza extrema, o mundo ainda luta para alimentar a sua crescente população, e a fome está novamente em ascensão, especialmente nas comunidades rurais.

blogh-training-pg02.jpg

Em maio de 2017, a LDC e a Louis Dreyfus Foundation lançaram um projeto para melhorar os meios de subsistência de 339 agricultores e suas famílias em 12 comunidades da província de Jujuy, por meio da instalação de sistemas inovadores de coleta de água e treinamento para usá-los, bem como um sistema de microcrédito.

Quase todos os agricultores eram povos indígenas com acesso escasso à água e com baixa renda, produzindo, mas lutando para comercializar, batatas andinas, favas, milho, tubérculos e quinoa.

De maio de 2017 a fevereiro de 2019, o projeto teve como objetivo melhorar a renda dos agricultores por meio do acesso facilitado à água, aumentando a produtividade e apoiando o comércio de seus produtos, inclusive com turistas.

Ao final do projeto, quase 1.438 pessoas se beneficiaram diretamente das suas ações, incluindo as famílias de 117 criadores de gado e 222 outros que receberam pequenos empréstimos.

IMPACTOS IMPORTANTESAs concessões de microcrédito criaram oportunidades nos setores agroecológico, artesanal e turístico, especialmente para as mulheres. O projeto distribuiu 95 microcréditos na região de Puna, apoiando produtores de fibra de lhama em 6 comunidades, e 185 microcréditos na região de Quebrada, principalmente para pequenos agricultores. Após o pagamento dos empréstimos (todos eles, exceto em 3 casos, onde foi solicitada uma extensão), os fundos foram emprestados a outros agricultores.O projeto também facilitou o acesso à água, por meio de sistemas de coleta e irrigação usando pequenos tanques e tubulações. Por sua vez, isso ajudou a aumentar a produção agrícola, tanto para consumo humano quanto animal, tornando as famílias mais autossuficientes e aumentando suas rendas. 42 instalações de água novas e aprimoradas foram implementadas como resultado do projeto.

“A pobreza é um fenômeno complexo e nem sempre pode ser atribuído a um único fator”, disse Luis Zubizarreta, Head de Assuntos Corporativos da Região South & West Latam na LDC. “Nesse caso, trabalhamos com as comunidades locais para entender as suas necessidades e, em seguida, projetamos o projeto de acordo”, acrescentou.

Ao melhorar o acesso à água por meio de treinamento e novos equipamentos, o projeto apoiou uma agricultura mais sustentável para as culturas de subsistência e para o gado, como lhamas, aumentando assim o comércio de lã de lhama.

Pequenos empréstimos também ajudaram os agricultores a aumentar a sua produção e reforçar seus vínculos com o turismo local.

“Com projetos comuns como este, a Foundation e a LDC demonstram seu compromisso compartilhado de apoiar comunidades rurais remotas em todo o mundo”, disse Zubizarreta. “Estamos comprometidos em construir um futuro sustentável e estamos orgulhosos de ter contribuído para isso na região de Jujuy.”

blog-training-icons.png
TAGS:

Contact Us

Contact us